Trabalhos avançaram, e rebocador deverá ser içado nos próximos dias

Embarcação foi deslocada no fundo do rio, por pelo menos 1,5 km, e agora está há 20 metros de profundidade.
Uma notícia que alegra o coração dos familiares dos noves desaparecidos do acidente com rebocador da empresa Bertolini. Segundo informações confirmadas pelo comandante da Marinha, Capitão Ricardo Barbosa, a empresa Smit conseguiu desenterrar a embarcação. “Durante o dia de hoje, ela foi levada para outra posição, mais rasa, no entanto, ainda debaixo d’água. A retirada definitiva deve ocorrer nos próximos dias”, disse.
A próxima etapa antes do içamento, será a de lançar uma rede sobre a embarcação, e assim tentar preservar qualquer objeto que se desprenda. Após localização e retirada dos corpos, os mesmos deverão ser encaminhados ao Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves em Santarém, onde serão identificados.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *