São Raimundo anuncia suspensão do leilão da sede social do clube, o Panterão

São Raimundo anunciou, nesta quinta-feira (18), a suspensão do leilão da sede social, o Panterão, que estava marcado para acontecer no dia 23 de janeiro, com lance inicial de R$11.000.000.

A informação foi confirmada pelo presidente do clube, Alexandre Lopes, que falou em entrevista à Rádio 94 FM que o clube celebrou um acordo extrajudicial com a defesa do ex-atleta do clube, Vélber.

– Todos os atos executórios do processo em execução estão suspensos, visando que o São Raimundo possa cumprir com seus compromissos dentro do processo de execução. Então a gente dá essa notícia com satisfação, com felicidade e ao mesmo tempo para acalmar um pouco o torcedor, pois muitos ficaram entristecidos e até sem saber a situação do que estava acontecendo – contou o cartola alvinegro.

Entenda

A ação original, de 2011, é de autoria do ex-jogador Helcio que cobrava direitos trabalhistas como registro em carteira de trabalho, salário impago, férias, 13º salário, descanso remunerado, entre outros.

Além de Hélcio, outros profissionais que passaram pelo clube são citados no processo da 2ª Vara do Trabalho de Santarém, como Miramar (massagista), Feliba e o meia Vélber.

A diretoria fez um acordo referente à essas dívidas, no início de 2017, quando a justiça novamente marcou a praça para leiloar a sede do clube.

As parcelas foram pagas, porém o processo do meia Vélber não foi incluído no acordo, fazendo com que um novo leilão fosse marcado objetivando a venda do imóvel para o pagamento da dívida trabalhista reclamada pelo ex-atleta do clube.

Foto: Weldon Luciano

Por Dominique Cavaleiro