Mãe do prefeito de Tucuruí volta para cadeia, após ter habeas corpus revogado

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE/PA) decidiu pela revogação do habeas corpus concedido à Josenilde Silva Brito, de 53 anos, presa, acusada de envolvimento na morte do prefeito de Tucuruí, Jones William. A decisão foi tomada na manhã desta segunda-feira (27).
De acordo com o ofício divulgado pelo TJE, o julgamento ocorreu durante seção ordinária de Direito Penal em que foi negada a liminar anterior que concedeu liberdade.
Na decisão deferida na última sexta-feira (24), uma liminar concedida pelo desembargador Ronaldo Marques Valle, colocou Josenilde em liberdade.
O CASO
Josenilde Silva Brito teve a prisão temporária decretada no dia 30 de outubro suspeita de ser mandante da morte do prefeito de Tucuruí, Jones William (PMDB), ocorrida no mês de julho.
Ela é a mãe de Arthur Brito, atual prefeito do município, que tomou posse após o assassinato na condição de vice-prefeito.

Fonte: DOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *