Dois detentos na cela de Maluf morrem após ataque cardíaco

Dois detentos do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda, em Brasília, morreram após sofrerem uma parada cardíaca. A primeira morte aconteceu no último domingo (31) e a segunda, na madrugada desta terça (2).

Os dois casos são investigados pela polícia e o resultado da perícia deve ficar pronto em 30 dias. As autoridades informaram que os detentos passaram mal dentro de suas celas e foram atendidos por equipes médicas, mas não resistiram.

O preso que sofreu parada cardíaca no domingo estava preso desde o fim de setembro, acusado de tráfico de drogas, e aguardava julgamento. Já o da terça-feira estava detido desde dezembro por dirigir embriagado.

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) também está detido na Papuda e disse que viu as duas mortes com “extrema apreensão”. O advogado do parlamentar disse “achar um absurdo” manter Maluf preso, quando “se trata de um idoso de 86 anos de idade”.

“O que causa perplexidade é que Maluf teve negado preliminarmente o pedido de prisão domiciliar porque a própria Papuda afirmou categoricamente ter condições de tratar um enfermo de 86 anos de idade. Afinal, onde estão os médicos de plantão? Onde está a estrutura médica especializada e o pronto atendimento?”.

 

(Com informações do UOL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *