Bloqueio na BR-163 entre Novo Progresso e Moraes Almeida tem 60 km de fila de carretas

Os descaso em relação a uma das principais rodovia de integração do país não tem explicação para aqueles cuja a sobrevivência dependem da BR-163.

Segundo informações, na manhã de quinta-feira (1º) milhares de carretas estão paradas ao longo da BR 163, especificamente no trecho entre o município de Novo Progresso e o distrito de Moraes Almeida, no estado do Pará. O bloqueio realizado é devido às péssimas condições da rodovia, e na tarde desta sexta-feira, conforme relatos de caminhoneiros já são aproximadamente 60 quilômetros de fila de carretas. Nosso informante está há três dias parado, mas afirma que muitos companheiros estão com muito mais tempo nesta situação.

A situação ainda pode piorar, centenas de motoristas estão ficando sem água para beber e para prepara a alimentação. “Estamos no meio da floresta sem água e está acabando os mantimentos. Todo mundo está preocupado. A mesma história do ano passados está se repetindo novamente. No mínimo já deve ter uns mil caminhões parados”. Informou um caminhoneiro

Em fevereiro do ano passado, um grande atoleiro se formou no trecho da rodovia entre os municípios de Trairão e Novo Progresso e prejudicou o transporte de grãos entre o Mato Grosso e o porto de Miritituba. Os caminhoneiros ficaram parados na estrada por pelo menos 10 dias formando congestionamento que chegou a 50 quilômetros.

 

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *